terça-feira, 15 de abril de 2008

Hoje não são outros dias


Hoje não são outros dias

então paraste de sonhar
mas mesmo assim ainda fecha os olhos.
então estancaste o olhar
contemplando sempre as belezas de outrora.
(as mesmas belezas de outrora)
então tereis amado
e agora nada importa, tudo à porta
esses bagulhos da alma.
então gritaste alto
em seu palco de microfonias.
então fitaste nas calçadas
riscos de monotonia
então riscaste as calçadas em demasia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Mais uma dose! É claro que eu tô afim!" Obrigado por visitar a bodega online. Abraços!